Como parar de sofrer pelo passado? Entenda!

Somos formados por um conjunto de emoções, sensações e pensamentos passados e presentes, além de expectativas e anseios para o futuro. Cada pessoa está em constante movimento, tanto pelos fatores internos como pelos fatores externos. Crescer e se desenvolver em direção ao amanhã é o que a maioria busca.

Mesmo assim, todos nós já ficamos apegados a alguma situação específica do passado, revivendo constantemente uma dor e sofrimento. A pessoa fica presa em uma angústia, que pode trazer muitos danos para seu bem-estar.

Para ajudar quem já passou ou está passando por essa situação, elaboramos este artigo com algumas dicas de como parar de sofrer pelo passado. Confira!

Por que é ruim sofrer pelo passado?

As pessoas que sofrem muito pelo passado costumam entrar em um ciclo de ruminação, no qual ela volta para a mesma situação diversas vezes, se perguntando o que poderia ter sido diferente e revivendo sentimentos ruins. Ela gasta minutos, horas e até dias criando conversas imaginárias e cenários alternativos, com uma mistura de pensamentos e sentimentos danosos.

É um processo dispendioso, que tira muita energia da pessoa. Ela não consegue viver plenamente o presente e nem se planejar para o futuro, pois sua mente está presa no passado.

Por outro lado, o passado é o único elemento que não pode ser mudado. O presente e o futuro podem ser moldados a partir de decisões e ações do momento, mas nada acontecerá se a pessoa gastar todo seu tempo preocupada com o que já aconteceu.

Como parar de sofrer pelo passado?

Algumas dicas são valiosas para sair do ciclo de sofrimento pelo passado.

1. Compreenda o funcionamento do cérebro

O primeiro passo é compreender claramente como esse processo pode ser prejudicial. O cérebro funciona de uma forma que não consegue diferenciar a realidade externa dos seus pensamentos. Isso significa que, quando você fica remoendo uma situação passada que trouxe muito sofrimento, você vive novamente todas as emoções negativas.

As reações fisiológicas são quase iguais — aumento da frequência cardíaca, sensação de caroço na garganta, aumento da sudorese — e muito danosas para o corpo.

2. Resolva questões inacabadas

Um evento do passado que continua sendo tão doloroso como quando aconteceu é um indício de que há questões inacabadas, que precisam ser resolvidas.

É importante compreender que as questões inacabadas são conosco, e não especificamente com outra pessoa. Não podemos culpar os outros pelo sofrimento do nosso próprio passado.

3. Entenda que não é errado seguir em frente

Algumas pessoas acreditam que as situações dolorosas do passado fazem parte de quem elas são e, por isso, não podem se libertar. A questão central é perceber que essas situações foram importantes para crescimento e aprendizado, mas não fazem parte da sua identidade.

A nossa identidade está em constante mudança e, por isso, não pode estar aprisionada no passado.

4. Medite

A meditação envolve um conjunto de técnicas que, de forma geral, buscam treinar a focalização da atenção. A intenção é trazer o foco da pessoa para o momento atual e presente, de forma a se desprender momentaneamente de sofrimentos passados ou ansiedades futuras.

A prática de meditação traz relaxamento profundo, alívio do estresse e da ansiedade e aumento da autoconfiança. Meditar diariamente ajuda a pessoa a ficar mais conectada com o momento presente e se desvincular dos sofrimentos do passado.

Sofrer pelo passado traz angústia para o corpo e para alma, por isso, busque aplicar essas e outras práticas que lhe façam bem para sentir-se presente e relaxado.

E você, tem outras dicas sobre como parar de sofrer pelo passado? Então compartilhe com a gente, deixando um comentário no post!

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.